Cinderelas Literárias

Mulheres espalhadas pelo Brasil, que amam livros principalmente…

Resenha livro: Grey – Cinquenta Tons de Cinza Pelos Olhos de Christian – E.L. James

Por Grazi

1

Olá pessoas lindas fãs da série Cinquenta Tons de Cinza (assim como eu, rs), chegou nosso dia: o livro Grey – Cinquenta Tons de Cinza Pelos Olhos de Christian finalmente está disponivel para nós brasileiros, a resenha contém spoiler.

“Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido.
Será que, com Ana, Christian conseguirá dissipar os horrores de sua infância que o assombram todas as noites?
Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece? “

Lembrando que A trilogia 50 Tons de Cinza conta a história de Anastasia Steele e Christian Grey um dominador, com interesse em uma relação BDSM (“Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo”) e uma estudante de literatura com interesses em romances, como seus autores favoritos.

 “Ana quer “mais.” Suspiro pesadamente e passo meus dedos pelo meu cabelo. Elas sempre querem mais. Todas elas. O que posso fazer sobre isso? O casal mão-na-mão passeando até o café. Ana e eu fizemos isso. Comemos juntos em dois restaurantes, e foi… divertido. Talvez eu possa tentar. Afinal, ela está me dando tanto. Solto minha gravata.”

Grey conta a história do primeiro livro (Cinquenta Tons de Cinza) pelos olhos do Christian, como o próprio título brasileiro sugere. A partir daí conseguimos nos aprofundar na relação novamente de Ana e Christian com detalhes que no primeiro livro não foram mostrados.

Confesso que a E.L. James realizou meu sonho de ler a versão do Grey (quero mais rs, acho que já deixei claro que sou fã da obra).

“ Quem estou enganando? Se eu não quisesse que ela conhecesse meus pais, ela não estaria aqui. Só desejo não estar tão ansioso sobre isso.

Sim. Esse é o problema.”

Os pensamentos e dúvidas de Christian sobre seu relacionamento com Ana são realmente lindos e sensíveis. Em alguns momentos o nível de ciúmes e insegurança ultrapassa alguns limites (achava que ele iria surtar em diversos trechos) e podemos ver como o Christian é muito mais inseguro do que a visão de Ana deixa transparecer no primeiro livro.

“Onde está Leila?”

Ele me avalia por um momento, depois suspira e balança a cabeça.

“Sinto muito, mas não sabemos”, diz ele. “Ela conseguiu fugir de nós.”

“O quê?”

“Ela foi embora. Como ela saiu não sei.”

“Saiu?”

Devo confessar que esperava mais da obra, por conhecer os pontos já existentes no primeiro livro da série pois fiquei com a impressão que faltou contar mais sobre sua relação BDSM com a Leila umas das submissas sempre lembrada por Christian e que volta a aparecer no segundo livro, Cinquenta Tons Escuros.

No entanto, em Grey, Leila teve uma pequena participação e não revelou quase nada sobre o relacionamento anterior deles e do por quê ela estar de volta na vida dele (E.L. James pecou em não mostrar como essa relação era especial para Leila, mas como o livro é sobre Anna e Christian ficou nisso mesmo para minha decepção).

“Mamãe está bonita hoje. Ela se senta e me deixa escovar seu cabelo. Ela me olha no espelho me dando seu melhor sorriso. O sorriso mais bonito para mim. Há um barulho alto. Um acidente. Ele está de volta. Não! Onde diabos você está, cadela? Tenho um amigo necessitado aqui. Um amigo com dinheiro. Mamãe se levanta pega a minha mão e me empurra para seu armário. Sento em seus sapatos e tento ficar quieto e tapar os ouvidos e fecho os olhos com força. As roupas tem o cheiro da mamãe. Gosto do cheiro dela. Gosto de estar aqui. Longe dele. Ele está gritando.

Onde está o maldito anão? Ele agarra meu cabelo e me puxa para fora do armário. Não quero que você estrague a festa, seu merdinha. Dá um tapa forte no rosto da mamãe. Torne isso bom para o meu amigo e você recebe a sua recompensa, cadela. Mamãe olha para mim e ela chora.

Não chore, mamãe. Outro homem entra na sala. Um grande homem com o cabelo sujo. O grande homem sorri para a mamãe. Estou sendo puxado para o outro quarto. Ele me empurra para o chão e eu machuco meus joelhos. Agora, o que eu vou fazer com você, seu pedaço de merda? Ele tem um cheiro desagradável. Ele tem cheiro de cerveja e ele está fumando um cigarro.”

Na citação acima conseguimos ver os sonhos e lembranças de sua infância, no qual ele passou fome e a negligência de sua mãe biológica (o qual ele ama, apesar de passar a trilogia negando o sentimento). É muita tristeza e sofrimento para uma criança pequena presenciar, nessa parte da história a E.L. James mostra os danos psicológicos decorrentes da sua infância que voltam a assombrar Christian nos momentos em que ele não se encontra mais com a Ana.

“Sua rua está tranquila, exceto pelo barulho de um caminhão de entrega e um passeador de cães solitário. Seu apartamento está na escuridão, as cortinas do seu quarto fechadas. Mantenho uma vigília silenciosa escondendo-me, olhando para as janelas e pensando. Preciso de um plano para reconquistá-la.”

Quando no primeiro livro a Ana deixa o Christian e volta para seu apartamento, terminando a relação deles, ficamos pensando o que ele estaria fazendo nesse tempo, no qual a Anna passou chorando. Ao contrário de Ana, nesse trecho acima mostra que nosso CEO, sexy e dominador também é um perseguidor, controlador e muiiiito mais ciumento do que deixou transparecer e sim ele tem um plano de voltar o relacionamento (o qual já sabemos o que irá acontecer rs).

Para finalizar apesar do livro ser uma cópia fiel ao primeiro com todos os e-mails e diálogos, não consegui não gostar do livro e ainda quero saber o que o Christian estava pensando no livro Cinquenta Tons Escuros, principalmente a parte que ele se revela para Ana (e claro, o momento do pedido de casamento).

Informações Técnicas

Título: Grey – Cinquenta Tons de Cinza Pelos Olhos de Christian

Autor: E.L. James

Gênero: Literatura Estrangeira – Romances
Páginas: 480
Editora: Intrinseca

Link para Compra: http://www.saraiva.com.br/grey-cinquenta-tons-de-cinza-pelos-olhos-de-christian-8890461.html

Anúncios

Deixe um comentário apreciamos sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 18/09/2015 por em Literatura e marcado , , .
Follow Cinderelas Literárias on WordPress.com

Siga-me no Twitter

Instagram

Lançamento em jan 2018!!!!! #juliaquinn #editoraarqueiro  Primeiro livro da duologia Irmãs Lyndon

SINOPSE: Considerada a “rainha dos romances de época” pela Goodreads, Julia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos.

Mais lindo que a lua, primeiro livro da série Irmãs Lyndon, é uma história irresistível sobre reencontros e desafios, romantismo e perseverança.

Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.

Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?

Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas? Novo romance da Christina Lauren! Louca para ler! Gostei muito desta história! Totalmene surpreendente! #romancedeépoca #juliaquinn #arqueiro Muitos Hp Trinity College Library
Design by Patrícia
%d blogueiros gostam disto: