Cinderelas Literárias

Mulheres espalhadas pelo Brasil, que amam livros principalmente…

Culinária no Acre – Parte 1: BAIXARIA

Por Debora.

Antes de falar da culinária, vamos conhecer um pouquinho do Acre, prometo que serei breve, apesar de ter bastante vontade em discorrer um pouco mais sobre este meu Estado que sofre muito preconceito em nosso Brasil.

Acre – o último Estado a ser anexado ao Brasil, esteve durante alguns séculos em meio à disputas de territórios, que foram desde o séc. XV ao séc. XIX, envolvendo Espanhóis e Portugueses, até que muitos tratados à frente, o Brasil reconheceu o Acre como sendo da Bolívia, só que ele já estava sendo ocupado por colonos brasileiros que vinham explorar a borracha (tô me alongando né? Ok, vou abreviar!). Houve mais disputa territorial. Com armas e diplomacia, o Acre passou a ser brasileiro em 7 de abril de 1904 mas somente foi elevado à categoria de Estado em 1962. (Preciso dizer que a história do Acre é muito rica, e como não consigo me segurar, vou logo dizer que ele foi muito importante durante o Ciclo da Borracha, era responsável por 1/3 do PIB, já calei!)

Agora que sabem que o Acre é guerreiro, preciso dizer que a culinária do acre não é 100% original, nem poderia, já que suas terras eram desocupadas, no muito haviam somente os índios por aqui, em poucas áreas, diga-se de passagem, mas tínhamos muitas seringueiras, de onde se obtinha o ouro branco (látex) e por isso houve um êxodo de imigrantes, que vinham da Região Sul, Nordeste e São Paulo, trazendo suas tradições e influências gastronômicas, então, junto com os alimentos característicos desta região surgiu a nossa culinária, que segundo o Professor Pedro Vicente Costa Sobrinho, compõe mais de 200 pratos.
Duzentas receitas pessoal!!!! Ohhhhh!!!

Como não vou enchê-los de receitas, vou fazer uma trilogia de posts, sendo a primeira um típico café da manhã:

BAIXARIA (Não, não vou começar a xingar!)

Um prato que leva pão de milho, ovo frito, carne moída e uma salada de poucos ingredientes e faz sucesso nas mesas acrianas, principalmente nos mercados onde, após as festas, por volta de 4 horas da manhã, todos se encontram.

Fazendo o pão de milho
Ingredientes:
1/2 pacote de milharina;
1 xícara de água;
sal a gosto;
Modo de preparo:
Coloque a milharina numa vasilha, acrescente a água, misture e reserve por uns 5 minutos, pra massa absorver a água, depois acrescente o sal, misture bem e leve à panela específica pra fazer cuscuz. Depois de 15 minutos deve estar pronto. Seu pão de milho deve ficar fofinho.

Carne moída
300g de carne moída, temperada à gosto e frita.

Salada
01 tomate picado;
01 porção de cheiro verde picado;

Tempere à gosto.

Pronto! Pra finalizar, faça 01 ovo frito.

Sirva o pão de milho, com carne moída, a salada e o ovo frito e deguste desse prato típico.

debbie

 

Se você tiver curiosidade sobre restaurantes e comidas do Acre, pode acompanhar o Grupo Gastronomia no Acre, no Facebook.

Anúncios

Um comentário em “Culinária no Acre – Parte 1: BAIXARIA

  1. Culinária no Mundo
    31/05/2016

    Muito legal. Adoro a culinária da região norte do Brasil, embora eu não conheça profundamente as comidas típicas do Acre. Vai demorar um pouco para eu conhecer boa parte desses 200 pratos. Mas aqui há umas receitas para eu começar a conhecer essa gastronomia que parece ser riquíssima! Muito bom o post, parabéns.

    Curtir

Deixe um comentário apreciamos sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 02/10/2015 por em Gastronomia e marcado , , , , , .
Follow Cinderelas Literárias on WordPress.com

Siga-me no Twitter

Instagram

Mais um grande lançamento!!!!! Lançamento!!!!!! O terceiro livro da aguardada série de romances de época com uma forte pitada de erotismo
Quando o diabo encontra um anjo...
Lucy Craddock-Hayes está satisfeita com a vida tranquila no interior. Até o dia em que tropeça num homem inconsciente — um homem inconsciente e nu — e perde para sempre sua inocência.
Ele pode levar ao paraíso... O visconde Simon Iddesleigh apanhou de seus inimigos até quase morrer. Agora ele está determinado a se vingar. Mas quando Lucy cuida dele para restaurar sua saúde, a sinceridade da jovem surpreende sua sensibilidade calejada — e desperta um desejo que ameaça consumir os dois. Ou ao inferno. Encantada com a inteligência perspicaz de Simon, com seus modos urbanos e até com seus sapatos de solado vermelho, Lucy rapidamente se apaixona por ele. Embora sua honra o mantenha longe dela, a vingança envia os agressores de Simon à sua porta. Enquanto o visconde entra em guerra contra seus inimigos, Lucy luta pela própria alma, usando a única arma que tem — seu amor... Lançamento!!!!!!!!!!! SINOPSE: Com a participação especial da famosa cronista da sociedade criada por Julia Quinn, Lady Whistledown contra-ataca é formado pelas narrativas curtas de quatro escritoras consagradas, tendo como fio condutor o roubo de uma pulseira milionária. Seus contos são como pérolas que se unem e formam uma peça de valor inestimável. 
Quem roubou o bracelete de lady Neeley?

Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime.

Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816

Julia Quinn encanta... Um belo caçador de fortunas foi enfeitiçado pela debutante mais desejada da temporada. Agora ele precisa provar que o que deseja é o coração da jovem, não o dote dela. 
Mia Ryan delicia... Uma criada adorável e espirituosa está deslumbrada com as atenções românticas que tem recebido de um charmoso conde. Mas um relacionamento entre eles seria escandaloso e poderia arruinar a reputação dos dois.

Suzanne Enoch fascina... Uma jovem inocente que passou a vida evitando escândalos de repente se vê secretamente cortejada pelo maior libertino de Londres.

Karen Hawkins seduz... Um visconde que vaga sem destino volta para casa para reacender o fogo da paixão de seu casamento, mas descobre que sua linda e decidida esposa não será conquistada tão facilmente.
Design by Patrícia
%d blogueiros gostam disto: