Cinderelas Literárias

Mulheres espalhadas pelo Brasil, que amam livros principalmente…

San Andrés: Passagens e Hotéis

Por Debora.

Comprando as passagens e reservando hotéis.

Uma coisa que eu digo sempre pra quem gosta de viajar: COMPRE MILHAS!!!!!!!! (sim, com muitas exclamações)

Pra quem não sabe, as empresas aéreas possuem sistemas de milhagens e geralmente fazem promoções de compra 2×1(onde você compra uma quantidade e recebe em dobro), transferência entre amigos (você paga um valor para cada mil milhas transferidas pra um amigo e ele recebe em dobro) e até com bônus para uma determinada quantia de milhas compradas (essa tem que ver as regras quando é oferecida). Então, você compra as milhas, paga em até 10x sem juros e usa quando quiser. Você pode me perguntar: mas quantas milhas devo comprar? Bem, nós fazemos estimativas, simulamos pra onde queremos ir, numa determinada data e a quantidade de milhas necessárias são as que devemos ter pra uma próxima viagem. Daí é só fazer as contas.

As companhias aéreas que costumamos usar para viagens é a Avianca, TAM e GOL. A vantagem da avianca é que ela tem promoções muito boas e como ficamos próximos a Puerto Maldonado, vamos pra lá de carro onde pegamos um avião da Avianca pra outros lugares, afinal, todos sabem que sair de Rio Branco é mais caro que ir de São Paulo à Miami.

Meu conselho é: CADASTRE-SE nas companhias que você desejar e receba os e-mails das promoções, assim você não perde nenhuma. Se precisar de ajuda é só me chamar!

goltamlifemiles

Outra dica importante é: FUJA DAS ALTAS ESTAÇÕES. Não sabe o que significa alta estação? É quando as férias são comuns, principalmente acompanhando o calendário escolar, nesses períodos, como o turismo aumenta, tudo fica muito caro, hotéis, passagens, comida, comércio. Dezembro, Janeiro e Fevereiro para alguns lugares são os piores, nossas praias brasileiras ficam lotadas, porém, em Jericoacoara que recebe muito turista estrangeiro a alta estação é em setembro e outubro. O bom é pesquisar antes e fugir dessas datas. Lembrando que em alguns países as férias são em meses diferentes dos nossos. O bom é pesquisar sempre.

Então, para essa viagem, como já tínhamos as milhas, resolvemos ir de Rio Branco a São Paulo de Gol, de São Paulo à San Andrés de Avianca. Contudo, vou detalhar esse vôo, porque tem uma parte dela muito importante. Saímos de Rio Branco a São Paulo, com conexão em Brasília e troca de aeroporto em São Paulo para continuar até a Colômbia, onde chegamos no aeroporto internacional e fomos de ônibus para o aeroporto nacional, que fica ao lado. No aeroporto nacional pagamos uma taxa no valor de 48.000 pesos por pessoa, sem essa taxa não se pode embarcar no avião para a Ilha de San Andrés, que foi o nosso último passo. Só tenha muito cuidado ao comprar passagens para elas estejam sempre em sincronia e você não perca nenhum vôo.

Para reservar nossa estadia em San Andrés tivemos um pouco de dificuldade, porque não sabíamos onde ficava o centro ou qual a melhor região para ficar. As informações que achamos não eram suficientes para nos darem segurança do melhor lugar e acabamos gastando um pouco a mais com táxis.

Mas, segue abaixo um mapa atualizado de San Andrés e ao longo das postagens vou falar mostrar onde é o que nele.

Scan0001

Ilha de San Andrés

 

Como costumamos escolher nossa estadia:

1 – Pesquisando o Hotel;

Escolhemos nossa estadia através do Decolar, Booking, TripAdvisor ou Expedia. Onde vemos fotos, comentários, pontuação, endereços, dicas, tudo sobre o estabelecimento ofertado. Também podemos reservar e pagar à vista ou parcelado, as vezes até 10x sem juros, que é sempre a modalidade escolhida.

2 – Reservamos dois tipos de estadia, uma bem simples e outra fodástica pro que o Leo chama de dia de barão;

Qual o objetivo nisso? Bem, como gostamos de aproveitar bem as férias, ficamos muito pouco no hotel, saimos de manhã cedo e só retornamos tarde da noite. Incluindo aí uma parada para banho e troca de roupa. Então, a qualidade desse hotel pode ser pequena, desde que seja limpinho e num local seguro, se tiver preço baixo será nosso escolhido. Porém, não pode ser longe do centro, senão o uso constante de taxi comprometerá o objetivo que é poupar.

Separamos sempre dois dias das férias para somente relaxar no hotel, curtir uma piscina, uma praia na beira a menos de 10 passos da recepção, esticar o esqueleto numa espreguiçadeira, andar o mínimo possível, essas coisas que o Garfield certamente aceitaria.

3 – Escolher uma pousada próxima ao centro da cidade;

Veja bem, estar próxima ao centro da cidade é importante, porque lá se concentram os restaurantes, casas noturnas, barzinhos, agencias de turismo, farmácias, supermercados, e economizar em transporte é muito importante. Ocorre que os mapas que encontramos de San Andres não nos ajudaram a identificar onde era essa área e nos sites de pesquisa de hotéis os comentários eram desencontrados, uns diziam que era a 1,5 km do centro, mas que caminhando dava menos de 10 minutos, daí quando olhavamos no mapa ele ficava em pólo oposto ao que se dizia no centro, outro que dizia ficar 4,5 km do centro, descobrimos que ficava no centro. No final das contas escolhemos um que dizia que ficava 10 min distante e na realidade nos meus passos, andando depois de um dia de sol, parecia mais 25 minutos. E ele realmente ficava a 10 min de distancia, mas era do início do centro, tinha que andar mais 10 pra chegar no vuco-vuco.

Então esteja atenta a área em que você deseja ficar. E pesquise bem sobre o local, ache ele em todos os sites de busca de hotéis pra ver o maior numero de comentários possíveis pra você não se assustar ao chegar no local e ver que ele não tem nada a ver com as fotos que você visualisou.

4 – Escolher o hotel fodástico;

Esse hotel tem que estar a poucos passos de uma praia linda, tem que ter um quarto confortável, café da manhã incluído e uma piscina legal. Não vai importar se ficar distante do centro, pois depois que eu entrar nele, só vou sair pro aeroporto. Ele pode ser all inclusive? Pode se você realmente não quiser sair de dentro dele pra mais nada.

Pronto, cartão de crédito mais pesado e dois hoteis escolhidos:

  • Pousada Cultural Bahia Sonora

Onde fomos muito bem recebidos pelo Carlos, que nos deu logo uma palestra de 5 minutos sobre o que fazer na Ilha, utilizando um mapa que tem na parede. Dando conselhos sobre onde ir, valores das corridas de taxis, e um tanto de outras coisas mais. A pousada tem um projeto cultural de promover artistas locais e o incentivo à reciclagem. Abaixo tem algumas fotinhas. O contra dessa pousada foi sua localização, 20 min distante do movimentado centro da cidade e ainda ficava numa área violenta. Fomos orientados pelo Carlos a não voltarmos andando após as 22 horas, o melhor seria taxi, mas acabamos usando o taxi para tudo. Cada corrida valia 7 mil pesos, aproximadamente 9 reais. O sinal de wifi só pegava na área comum da pousada, então nada de deitar e ver o que o Brasilsão tava fazendo, muito menos facebook. Mas lá tinha uma lanchonete que servia um sanduiche delicioso e ficava ao lado de um supermercado.

 

  • Hotel Casablanca

Um exemplo do que venho dizendo sobre a imprecisão do mapa de San Andrés. Ele anuncia estar a 4,5km de distância do centro, quando ao chegarmos lá, ele ficava numa rua do comércio do Centro. Mas o melhor de tudo, estava a exatos 4 passos de uma praia linda. Ver fotos abaixo. Não tenho nada a reclamar do hotel ou seus serviços, porém as recepcionistas poderiam ser mais comunicativas, eram muito sem traquejo conosco, turistas. O café da manhã era em sistema self-service e super variado, e no almoço cobravam 30 mil pesos por pessoa, caso não quisesse ir ao restaurante à la carte. A piscina era pequena, mas não haviam muitas pessoas nela, tampouco nós a utilizamos muito também. Esse hotel possui vários prêmios do Booking, Hotels e TripAdvisor.

20151026_075955

Área da piscina com dois bares

20151026_102752

Vista do Hotel a partir da praia

DSCN9556

Vista do restaurante

20151026_080021

Restaurante self-service

casablanca restaurante

Restaurante à la carte

casablanca

Vista aérea do hotel

O próximo post será sobre os passeios, entao voltarei a mostrar o mapa e explicar onde fica cada coisa na ilha. Nao percam!

Se tiverem qualquer pergunta é só colocar nos comentários que eu respondo.

Ate breve!

 

Postagens relacionadas:

Diário de Viagem à San Andrés

San Andrés: Centro e Lado Leste

San Andrés: PASSEIOS – COMPLETO

San Andrés: Las Piscinitas – Fotos

San Andrés: Hoyo Soplador, Rocky Cay e Johnny Cay

Anúncios

5 comentários em “San Andrés: Passagens e Hotéis

  1. Pingback: Diário de Viagem à San Andrés | CINDERELAS LITERÁRIAS

  2. Pingback: San Andrés: Hoyo Soplador, Rocky Cay e Johnny Cay – CINDERELAS LITERÁRIAS

  3. Pingback: San Andrés: Centro e Lado Leste – CINDERELAS LITERÁRIAS

  4. Pingback: San Andrés: Las Piscinitas – Fotos – CINDERELAS LITERÁRIAS

  5. Pingback: San Andrés: PASSEIOS – COMPLETO – CINDERELAS LITERÁRIAS

Deixe um comentário apreciamos sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 25/11/2015 por em Turismo e Lazer e marcado , .
Follow Cinderelas Literárias on WordPress.com

Siga-me no Twitter

Instagram

Mais um grande lançamento!!!!! Lançamento!!!!!! O terceiro livro da aguardada série de romances de época com uma forte pitada de erotismo
Quando o diabo encontra um anjo...
Lucy Craddock-Hayes está satisfeita com a vida tranquila no interior. Até o dia em que tropeça num homem inconsciente — um homem inconsciente e nu — e perde para sempre sua inocência.
Ele pode levar ao paraíso... O visconde Simon Iddesleigh apanhou de seus inimigos até quase morrer. Agora ele está determinado a se vingar. Mas quando Lucy cuida dele para restaurar sua saúde, a sinceridade da jovem surpreende sua sensibilidade calejada — e desperta um desejo que ameaça consumir os dois. Ou ao inferno. Encantada com a inteligência perspicaz de Simon, com seus modos urbanos e até com seus sapatos de solado vermelho, Lucy rapidamente se apaixona por ele. Embora sua honra o mantenha longe dela, a vingança envia os agressores de Simon à sua porta. Enquanto o visconde entra em guerra contra seus inimigos, Lucy luta pela própria alma, usando a única arma que tem — seu amor... Lançamento!!!!!!!!!!! SINOPSE: Com a participação especial da famosa cronista da sociedade criada por Julia Quinn, Lady Whistledown contra-ataca é formado pelas narrativas curtas de quatro escritoras consagradas, tendo como fio condutor o roubo de uma pulseira milionária. Seus contos são como pérolas que se unem e formam uma peça de valor inestimável. 
Quem roubou o bracelete de lady Neeley?

Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime.

Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816

Julia Quinn encanta... Um belo caçador de fortunas foi enfeitiçado pela debutante mais desejada da temporada. Agora ele precisa provar que o que deseja é o coração da jovem, não o dote dela. 
Mia Ryan delicia... Uma criada adorável e espirituosa está deslumbrada com as atenções românticas que tem recebido de um charmoso conde. Mas um relacionamento entre eles seria escandaloso e poderia arruinar a reputação dos dois.

Suzanne Enoch fascina... Uma jovem inocente que passou a vida evitando escândalos de repente se vê secretamente cortejada pelo maior libertino de Londres.

Karen Hawkins seduz... Um visconde que vaga sem destino volta para casa para reacender o fogo da paixão de seu casamento, mas descobre que sua linda e decidida esposa não será conquistada tão facilmente.
Design by Patrícia
%d blogueiros gostam disto: