Cinderelas Literárias

Mulheres espalhadas pelo Brasil, que amam livros principalmente…

Deadpool – O filme, por uma Cinderela

 – Débora, o que você entende de histórias de quadrinhos? – Pergunta o leitor aficcionado pela Marvel. (Porque sim, eles são como torcedores de times, tem os que defendem a Marvel e os que defendem a DC Comics)

deadpool2Nada! A não ser que estejamos falando da turma da mônica. – Respondo, já achando que a pergunta é totalmente machista. Oras! Tá achando que só porque sou mulher não posso saber sobre HQ’s? (Faço aquela cara de totalmente insultada) Merda! O pior é que eu não entendo mesmo, tenho sempre que perguntar ao maridão sobre o porque que ficam todos excitados com esses filmes da Marvel.


– Mas não estamos, o Deadpool não é um herói, ele é um anti-herói.
– Fala o super entendido, com os olhinhos brilhando como criança. – e ele é o único personagem que interage com o leitor.  – fala isso me olhando como se fosse uma grande revelação, e esperando uma resposta minha, tipo: caraca! ele faz mesmo isso? Não?! Sério?!

Mas o que eu respondo é: – Uai, se o criador dele escreveu assim, então o que é que tem?! – sério, isso é uma grande coisa!? Se for, eu não entendi a importância.

Deixa pra lá. – ele desiste, vendo que é impossível que eu entenda décadas de guerras, maquinações, ansiedade, e tudo o mais que ele acompanhou a cada revistinha que saía nas bancas.

O quê?! Eu achei o filme show de bola, posso falar só do filme?! Com licença, por favor, obrigada!

deadEntão, o Deadpool foi criado em laboratório, que o transformou num meta humano, aliás, Wade Wilson, que estava morrendo de câncer, durante o processo, foi curado porque utilizaram nele o fator de cura do Wolverine  – um mutante aperfeiçoado com o uso do adamantium (quem lembra do filme?) – tudo isso no Departamento H, uma iniciativa entre o governo americano e canadense, na intenção de criar super mutantes, num projeto chamado Arma X. Apesar de ficar cheio de poderes: força, agilidade e reflexos sobre humanos, ele ficou com o 100% do seu corpo desfigurado, como se tivesse sido exposto à uma queimadura de 2 grau. Tão se perguntando como eu descobri tudo isso??? Google, meu bem. Beijinho no ombro.

Deadpool não bate bem da bola, ele fala coisas sem sentido, é irônico, tem um humor ácido, xinga o diretor do filme, fala que a verba não foi o suficiente pra colocar outros personagens dos X-men, conversa com o telespectador (lembra que o CDF lá em cima disse que ele interagia com o leitor? então…) e tudo isso faz com que o filme seja um espetáculo, todos acabam rindo muito das besteiras que ele faz e diz, por isso é também conhecido como o Mercenário Tagarela.

As cenas de ação não são extravagantes como nos filmes dos Avengers, ou Tranformers, mas estão muito boas.

Ryan Reynolds. Cara, quando eu soube que ele era o ator principal, já lembrei logo do filme Lanterna Verde, cuja interpretação eu achei uma bosta. E não é que ele também reconhece que não foi bom? Logo no início do filme, ele desdenha do filme feito anteriormente. Mas gente, PASMEM!!!! Ele estava ótimo no filme, conseguiu ser irreverente, expressar-se bem e não é porque ele estava o tempo todo de máscara, da metade em diante do filme. Teve toda uma expressão corporal que fez com que Deadpool tivesse uma personalidade firme e convincente. Sabe o Homem de Ferro? Então, acha que outro ator ficaria bem no lugar do Robert Downey Jr.?

Levanta a mão que gosta de ver bundinha de ator no cinema. Tudo tarada! (Lembrei da Cinthia Gutierrez agora) e os homens, gostam de ver as atrizes bem sexys ou sem roupa? Também, né?!

Quando sentamos nas poltronas do cinema meu marido disse: – Ouvi dizer que não se deve trazer esposas ou namoradas pra ver esse filme. Eu logo fiz um O com a boca, de quem não tava entendendo nada, e já pensando no machismo de novo e lasquei: – Porque, pra não ficarmos perguntando muito? Ele disse que era algo relacionado com o dia das mulheres, mas não sabia porque.

Eu já assisti e digo o porquê!

É que tem uma passagem no tempo de 2 anos, em que o Wade namora a Vanessa e todas as cenas são relacionadas a sexo e mostram datas festivas. Ryan aparece peladão em várias delas, bem como Vanessa, mas nada de pintinho e perseguida na telona, nem um mamilozinho feminino também. Mas, cara! no dia das mulheres a Vanessa usa uma cinta peniana e vai fundo no Wade. kkkkkkkk. Pois é um grito de liberdade às mulheres. Bem, depois da cena, quando todos estavam gargalhando da cena, pois Wade faz careta, eu falei bem alto: É em março, tá chegando!!! (O marido riu, né, afinal eu tava brincando. Será? kkkk, tava sim amor. Bjsss) Depois disso descobri que o Deadpool é pan sexual, e pode rolar um namorozinho com um homem no próximo filme, segundo o próprio ator e produtor do filme – Ryan Reinolds (ou pode ser só fofoca).

Bem, Deadpool pode aparecer em qualquer filme da Marvel e já estará nas telonas novamente em Guerra Civil.

Eu adorei o filme, dou 10 pra tudo. E que venham os próximos.

Assistam ao trailler

 

Anúncios

7 comentários em “Deadpool – O filme, por uma Cinderela

  1. janisedantas
    15/02/2016

    Se já queria assistir, agora então!!!
    Mas não sei quando virá para minha cidade, sem contar que aqui só passa filme dublado (acredita?) nas duas salas de cinema que existe aqui… falo mais nada… entrei em depressão…
    Pronto já saí hehhehehe
    Amei seu post lindinha
    Bjoo

    Curtido por 1 pessoa

    • Débora
      15/02/2016

      Como assim? Ministério Público neles! Caramba, Janise, tu mora onde, hein?!

      Curtir

      • janisedantas
        15/02/2016

        Moro em Ourinhos.
        Para assistir Star Wars fui a Bauru, fica um pouco mais de 1h daqui, mas sai caro, ainda tem monte de pedágio, não dá. Mas Star Wars eu tinha que assistir de todo jeito, ainda foi em 3D, nunca tinha assistido. Parecia uma criança no parque, AMEI!!
        Amo minha cidade, bem, não sou daqui, mas amo, no entanto, aqui não tem opção. Cinema só para criança ou se estiver desesperado hehehhe

        Curtir

  2. Elizabeth
    16/02/2016

    Eu já assisti e acho que a Débora retratou com primazia todos os pontos do filme. Maravilhosooo! São poucos os filmes com Ryan Reynolds que são bons. Dou um desconto pelo Lanterna Verde pelo fato de Disney e Warner não estarem, naquele momento, inseridas com qualidade no mundo das HQ’s. Na verdade, tudo mudou com o Christopher Nolan, Jon Favreau e Joss Whedon. Tudo depois é fruto do legado que deixaram. Lógico, tem os filmes do Singer, mas ainda assim, os que citei marcaram o universo dos quadrinhos nas telonas. Confesso também que minhas expectativas eram grandes e não me decepcionei. Fizeram um marketing gigantesco e deixaram o melhor para o próprio filme. Nunca fui adepta dos quadrinhos, mas, mesmo sendo mulher, me encantei com tudo deste universo que hoje faz parte de minhas leituras e aguardo com expectativas cada filme. Vamos ver se Ben consegue superar o trauma de Daredevill (esse foi ruim em todos os aspectos) em Batman vs Superman. Se bem que euzinha acho que a série apagou todos os fantasmas deixado pelo longa. Janise, vá para Bauru, não irá se arrepender. Muito bom, Débora, conseguiu trazer para sua “crítica” toda a sagacidade, ironia e humor ácido (como bem citado) que o filme proporciona a quem o assisti. Amei seu texto!! Mas diria que o filme também é romântico (adorei a trilha), estranhamente romântico, mas adorei o gênero adotado. Espero que outros copiem rsrsrs

    Curtido por 1 pessoa

    • Débora
      16/02/2016

      Caramba Elizabeth, você falou um monte ali que não entendi nada. rsss. Já disse que não entendo nada sobre direção e produção de filmes? Não?! Pois é, só entendo de assistir mesmo. Quanto à trilha sonora, vc está coberta de razão, é ótima e as músicas são utilizadas de forma a salientar a individualidade do personagem. Obrigada por sua contribuição, muito certamente alguém mais instruído em filmes deve ter uma opinião sobre o que você colocou acima.

      e Janise, vá pra Baurú!!!!

      Curtido por 1 pessoa

  3. Elizabeth
    17/02/2016

    Cris Nolan (íntima, eu, não?) – Trilogia Batman (Begins, Cavaleiro das Trevas e Ressurge) – além de Amnésia, O Grande Truque, A Origem, Interestelar (amei todos). É produtor dos filmes do Homem de Aço e Batman vs. Superman, ou seja, terá dedo dele na Liga da Justiça. Sem falar que é um “pão” londrino rsrsrs
    Jon Favreau – Iron Man (1º Filme da série Vingadores)
    Joss Whedon – Vingadores I e II, além de Thor: O Mundo Sombrio. Assim como Nolan foi diretor e roteirista. (Acho incrível as conexões que conseguiram realizar entre cada filme)
    Bryan Singer – roteirista e diretor de todos os X-MEN que foram bons: I e II, Primeira Classe, Dias de Um Futuro Esquecido e também do Apocalypse que ainda irá estrear esse ano. Além disso, espero sinceramente que ele consiga salvar o “novo” Quarteto Fantástico, pois, contrariando os críticos e demais amigas, eu gostei muito do Fantastic Four do ano passado, achando apenas que faltou a mão de um “mago” – como qualquer um destes citados – para tornar o produto mais comercial.
    O estreante em live-action, Tim Miller, diretor do Deadpool chegou batendo recordes de bilheteria e acredito que assumirá outros trabalhos, além do Deadpool II, obviamente. Pra mim, o estilo irá marcar outras produções que virão por aí.

    P.S. não sou “entendedora” de filmes apenas marco os que são bons para “perseguir” seus trabalhos. 😉

    Curtido por 1 pessoa

    • Débora
      17/02/2016

      Obrigada pela contribuição. Todos os filmes bons que você citou, eu gostei também. Espero os próximos com muito mais ansiedade então.

      Curtir

Deixe um comentário apreciamos sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 15/02/2016 por em Filmes e Séries, Novidades e marcado , , .
Follow Cinderelas Literárias on WordPress.com

Siga-me no Twitter

Instagram

#harrypotter #harrypotter20 #harrypotter20thanniversary #harrypotter20 Li os dois primeiros e amei! Aguardando ansiosamente pelo terceiro!!!!! Mais livros por favor!
Design by Patrícia
%d blogueiros gostam disto: