Cinderelas Literárias

Mulheres espalhadas pelo Brasil, que amam livros principalmente…

Resenha: Insano de Andy Collins

Por Débora.

insanoResenha:

Gael é vocalista de uma banda de rock muito bem sucedida, desde sua formação, quando ainda estava no ensino médio, sempre fez sucesso, isso fazia com que mulheres estivessem sempre tentando tirar-lhe um pedaço, mas ele estava apaixonado, e ela era a única que lhe tiraria a virgindade quando casassem, por isso ambos usavam um anel de castidade, juntos descobririam o que seria o amor carnal, até que ele a flagrou fazendo sexo com um cara que ela nunca havia visto antes. Isso o quebrou, tornou-o descrente, cínico e um filho da mãe que não repetia uma única mulher, as satisfazia, se satisfazia e as dispensava, simples assim. Na primeira cena do livro Gael está fazendo sexo num sofá do camarim da banda, para horas depois sofrer um grave acidente que o deixará numa cadeira de rodas, talvez ele pense que isso é o destino vindo chutar sua bunda por conta da vida desregrada que teve. Estar impossibilitado de andar, cantar, fazer o que tanto ama o deixava com um humor insuportável.

Hanna é uma mulher linda, inteligente, talentosa, envolvida com trabalhos voluntários com crianças deficientes e detentos adolescentes, está sempre tentando trazer esperança e força a eles. Quem a vê não imagina que sofreu muito durante sua infância, com pais que a abandonaram, a esconderam, e pior, fingiam que nada eram dela, isso fez com que tivesse vários bloqueios mentais, que a faziam passar dias trancada num quarto pintando, colocando para fora toda sua frustração, sua dor. Havia sido criada pela empregada da família, a quem havia sido obrigada a chamar de mãe. Veja, Hanna era loira de olhos claros, filha de um casal de negros africanos e seu pai havia lutado contra o preconceito racial por toda a vida. Não é uma fodida de uma contradição tudo isso?!

Gael está no hospital como um leão enjaulado, onde Hanna entretém crianças doentes com pintura. Ela é um anjo, e ele a quer para si de uma forma quase insana. O romance entre eles é turbulento, pois Gael é muito imaturo, possessivo e impulsivo. Hanna tem fibra, não aceita as merdas dele, mas isso não a impede de sofrer quando o perde.

“…dor na alma, essa sim é insuportável e inesquecível. Alma quebrada não tem conserto, sentimentos não são como quebra-cabeças que você pode espalhar e depois juntas as peças.” (Hanna)

O livro é narrado ora por Gael, ora por Hanna, é envolvente e dinâmico, escrito por uma brasileira, apesar do nome nos levar ao erro, acreditando tratar-se de um livro estrangeiro. O enredo aborda o preconceito e não só o racial ou contra deficientes físicos, mas o que rotula, o que deixa à margem. Tudo isso pode afastar, mas se não houver a barreira do preconceito, também pode unir.

Amei o livro e super indico.

 

Sinopse:

Gael Trent Malloy é o famoso vocalista da banda de Rock Originals. Depois de um trágico acidente no palco que o deixa impossibilitado de andar, o sexy vocalista tenta recuperar seus movimentos com a ajuda dos seus amigos. O que ele não esperava era que, ao longo dessa jornada seu caminho cruzasse com o de Hanna Daves, a doce pintora que consegue quebrar suas barreiras sem nem ao menos mover um músculo.
Com ela, ele vai descobrir que suas limitações físicas não são nada diante do que a consome.

Ele nunca quis ser a salvação de ninguém, até hoje.

 

Ficha Técnica:

Título: Insano
Autora: Andy Collins
Páginas: 366
Gênero: New Adult, Romance Contemporâneo

Link para compra na Amazon

Anúncios

2 comentários em “Resenha: Insano de Andy Collins

  1. janisedantas
    05/04/2016

    Caraca, você é ruim demais!
    Por que não indicou esse antes?
    Mas, sério agora, teve alguma coisa insana nisso aí? Ou só meus pensamentos com aquele peito tatuado? (ops!!)

    Curtido por 1 pessoa

    • Débora
      05/04/2016

      Insano foi a forma de ele reagir a de repente estar numa cadeira de rodas, de como ele amou e fez burradas, de como agiu pra defender Hanna. Então ele foi insano várias vezes. Mas também pode sonhar com o peito tatuado dele.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário apreciamos sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Follow Cinderelas Literárias on WordPress.com

Siga-me no Twitter

Instagram

Lançamento em jan 2018!!!!! #juliaquinn #editoraarqueiro  Primeiro livro da duologia Irmãs Lyndon

SINOPSE: Considerada a “rainha dos romances de época” pela Goodreads, Julia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos.

Mais lindo que a lua, primeiro livro da série Irmãs Lyndon, é uma história irresistível sobre reencontros e desafios, romantismo e perseverança.

Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.

Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?

Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas? Novo romance da Christina Lauren! Louca para ler! Gostei muito desta história! Totalmene surpreendente! #romancedeépoca #juliaquinn #arqueiro Muitos Hp Trinity College Library
Design by Patrícia
%d blogueiros gostam disto: