Cinderelas Literárias

Mulheres espalhadas pelo Brasil, que amam livros principalmente…

Resenha: Teoria do Amor, de Halice FRS

Por Debora.

Tem autoras que nos conquistam, certo? Então,  Halice FRS, me conquistou com sua ótima escrita, leveza, classe, perspicácia, romantismo e ótima mente para criação, fazendo com que eu sempre esteja querendo lê-la, e ela tem bastante livros lançados. Quem lembra o quanto fiquei apaixonada pelo casal Nora e Caio? Foi assim tão bom e intenso, uma flecha certeira, que tive que ler o Perfeita pra mim e ainda os adquiri com a autora para lê-los novamente, mas desta vez, pegando no livro. Coisas de leitora viciada, que só outras leitoras entenderão.  Quem não leu as resenhas destes livros, pode clicar nos links: Proibida pra mim e Perfeita pra mim.

img_1827Mas então a Mari passou a minha frente, leu e comentou sobre Teoria do Amor antes de mim. O que fazer com a minha expectativa em escrever sobre ele? Deixar pra lá ou não?  O problema é que preciso desabafar, a Mari vai ter que me aguentar e vamos abrir uma discussão sobre o livro, como num clube de leitura. Então se você ler Teoria de amor e quiser compartilhar conosco suas impressões,  comenta lá embaixo.

Leia aqui os Comentários da Mari sobre Teoria do Amor.

Vamos à Resenha:

Quando li Proibido e Perfeita pra mim, fiquei naquela saudade e já deixei no radar o Teoria do Amor, vi aquela capa super bem humorada e já pensei, cara, mais um romance leve, apaixonante, daqueles de deixar saudade… humpf! isso mesmo, estou bufando, quem me conhece sabe que gosto de bufar às vezes. Então vamos aos fatos: A narrativa que é sempre em terceira pessoa, inicia acompanhando a vida de Maya. Ela é daquelas que se apaixonam fácil,  mas não sabem bem o que fazer em relação a esse sentimento, na realidade ela ama mais estar eternamente apaixonada do que pôr em pratica essa paixão. De personalidade bem definida, uma pessoa forte, carinhosa, divertida, bem humorada mas que  também tem seus momentos de reclamar, jogar os braços pro alto e dar a última palavra. Ah, ela é bem atrapalhada e isso faz com que encontre Alex. Alex foi um ogro, mas também um amor. Daí pensei, isso! isso que eu estava esperando, irão surgir uns problemas sobre distância, ciumes e ao final serão felizes para sempre. Ledo engano, dona Halice provavelmente não estava de férias  (quem leu a resenha de Proibido entenderá), Alex que até então era um Sherek, transformou-se num crápula. Olha,  odiei ele, serio mesmo, não imaginava como seria consertada a situação, o pior é que ja era de madrugada e eu nao queria dormir com aquele sentimento ruim, mas faltava muito do livro ainda, entao tive que amargar uma noite de sonhos conturbados com Alex, juro que dei uns bofetes nele. Fiquei tão chateada que fui reclamar pra Dona Halice, sim, sou dessas!  Olha aí nossa conversa:

2016-04-08 23.06.01

Quando retomei a leitura, incentivada pelo esposo, que disse: “…pra ti não ficar pensando na fome, vai ler o livro do cretino” (quando eu acordei, ainda chateada, tive que desabafar com ele). Logico que eu fui, né, afinal a fome tava grande e era meu primeiro tempo livre no dia.

A narrativa passou a ser sob o ponto de vista do Alex, que tentou se redimir, se explicar, mas não conseguia nos convencer… nem a mim, nem à Maya e nem à torcida do Flamengo. O que eu queria era que ele sofresse muito e até tive um gostinho de felicidade quando ele disse:

A.png

Bem, daí em diante é quase um jogo de xadrez arquitetato por Alex, com intuito de ter Maya de volta, enquanto ele sofre muiiiito (pera, acho que o veneno escorreu por aqui). A narrativa se alterna entre ele e ela, e vamos acompanhando tudo, sem perder nada, tendo uma visão mais rápida sobre os sentimentos vividos por eles, então fui ficando mais calma, e torcendo pra tudo dar certo (sim, eu já estava compadecida de Alex) e o final não acabar no primeiro beijo deles, afinal, foram muitas paginas de fortes emoções e não me decepcionei.

E foi assim que comecei um livro achando que seria uma comédia romântica leve e me vi com uma mais intensa. E sabe o que? Amei! Amei mais ainda por saber que a autora é versátil, não segue a mesma receita e sempre nos surpreende.

Mais um ótimo livro lido com sucesso!

Sinopse:

 

Alex de Medeiros, cético quanto ao amor, não entende como uma pessoa se torna dependente de outra, afetivamente. Aos 39 anos é um solteiro convicto, ermitão por necessidade ocasional, vive numa casa afastada da civilização, onde não há eletricidade, água encanada, meios de comunicação nem veículos.

Maya Barreto, leitora aficionada, é uma romântica inveterada que não consegue imaginar a vida sem amor; mesmo os platônicos. Aos 26 anos decide investir num relacionamento e aceita passar suas férias visitando as cidades de Santa Catarina na companhia de William Reis, rapaz por quem é apaixonada secretamente há três anos. O que ela não contava era que William se envolvesse com uma desconhecida na primeira oportunidade.

Por obra do destino, os caminhos de Alex e Maya se cruzam, obrigando-os a conviverem sob o mesmo teto por três dias. Até que a separação ocorra, ambos terão de aprender a lidar um com o outro. Tarefa nada fácil, uma vez que a atração surgida entre eles se assemelha à dos cães e gatos.

Fachada, pois desde o início Alex a considera uma mulher atraente. Maya, por sua vez, ao reparar que sob a casca grossa do “ogro” existe um homem culto, atencioso e educado, sente os primeiros sinais do seu interesse.

Seria possível que estes opostos reconhecessem a atração e cedessem ao que ditava seus corações?

Teoria do Amor é um livro único, contêm tema adulto, toques de humor e drama leve.

 

Ficha Técnica:

Título: Teoria do Amor

Autora: Halice FRS
Páginas: 411
Ano: 2014
Formato: ebook
Gênero: Romance

Link para compra na Amazon

 

 

 

Anúncios

9 comentários em “Resenha: Teoria do Amor, de Halice FRS

  1. Halice FRS
    09/04/2016

    Debora, adorei a resenha. Vc expressou tudo que conversamos em seu momento de “inconformidade” e o quanto gostou da leitura. Para mim é sempre um imenso prazer saber que aprecia minhas sandices.

    Como sempre, muito obrigada!… 😀

    Curtido por 1 pessoa

    • Débora
      10/04/2016

      Oi Halice, que bom que gostou e obrigada por me aturar e sandices assim, são sempre bem vindas.

      Curtir

  2. janisedantas
    09/04/2016

    Dé, amei sua resenha! E sua inconformidade hehehehe
    Tem escritor que mexe com a gente mesmo, amo isso. E a Halice é uma gracinha, tenho visto como ela interage com o leitor. Impossível não querer lê-la. Vou ter que mexer na minha lista e dar prioridade.
    Bjoo lindinha!
    (coma livros, coma livros! Literalmente não, pelamor!!)

    Curtido por 1 pessoa

    • Débora
      10/04/2016

      Que bom que gostou Janise e a Halice é realmente um amor, e isso faz com que ela esteja mais pertinho da gente, daí formamos um pacote na nossa mente: ela e sua obra e o colocamos num outro patamar que outros autores talvez não alcancem.

      Curtido por 1 pessoa

  3. Raquel Bonifacio
    09/04/2016

    Amo a escrita da Halice,ela arrasa sempre. Eu também amei o Alex,depois odiei,só pra voltar a ama-lo no final kkkkkk Uma história,divertida,inteligente,fluida e que me prendeu do início ao fim.

    Curtido por 1 pessoa

    • Débora
      10/04/2016

      Raquel, fiquei tão chateada com o Alex que nao acreditei que ele poderia ter salvação, que bom que teve e nos conquistou de volta. Quanto à Halice, ela realmente arrasa. Tô de olho numa série sobrenatural dela.

      Curtir

  4. Soso
    09/04/2016

    Ahhh que resenha perfeita. Senti de novo todo amor e raiva de pelo Alex, mas no fim ele se redime, rs e Maia foi dura na queda hem? A escrita da Halice é diferente e nos. Dá uma surpresa. A cada capítulo.

    Curtido por 1 pessoa

    • Débora
      10/04/2016

      Poxa, Soso, fico feliz que minha resenha tenha alcançado o objetivo principal, que é dar um gostinho da obra para nossas leitoras. Quanto à Maya, fiquei muito feliz com a “dura” que ela deu no Alex. A Halice sempre consegue nos envolver na sua trama, acredito que seja seu dom, a escrita.

      Curtir

  5. Pingback: 5 livros para acreditar no amor | Cinderelas Literárias

Deixe um comentário apreciamos sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Follow Cinderelas Literárias on WordPress.com

Siga-me no Twitter

Instagram

Lançamento em jan 2018!!!!! #juliaquinn #editoraarqueiro  Primeiro livro da duologia Irmãs Lyndon

SINOPSE: Considerada a “rainha dos romances de época” pela Goodreads, Julia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos.

Mais lindo que a lua, primeiro livro da série Irmãs Lyndon, é uma história irresistível sobre reencontros e desafios, romantismo e perseverança.

Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.

Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?

Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas? Novo romance da Christina Lauren! Louca para ler! Gostei muito desta história! Totalmene surpreendente! #romancedeépoca #juliaquinn #arqueiro Muitos Hp Trinity College Library
Design by Patrícia
%d blogueiros gostam disto: