Cinderelas Literárias

Mulheres espalhadas pelo Brasil, que amam livros principalmente…

Resenha: Black, de Raquel Moreira

Por Débora.

Resenha:

black capaBLACK estava em minha estante do Kindle há alguns meses, sempre olhei pra ele com olhos de cobiça, afinal, a capa é clean, do jeito que eu gosto, e impactante (letras, rosto, cores), mas tive receio em ler porque não estou numa vibe de ler livros eróticos. Quem é leitor assíduo sabe que passamos por fases, fase de romances água com açúcar, suspense, históricos (esses eu parei de ler há uns 2 anos), fantasia, sobrenatural, eróticos e releituras. Então, tô numa fase de ficção, não querendo ler livros com muito fogo em suas páginas, ocorre que Black estava ali, me tentando e acabei não resistindo. E que droga, o livro é bom pra cacete!

Ele conta a história de amor envolvendo Sarah e Thomas, de início já ficamos sabendo que ela passou por um trauma tão grande que a fez largar tudo e mudar, mudar de cidade, de hábitos e até de personalidade. Ela parece ter quase desenvolvido um TOC (transtorno obsessivo compulsivo) em relação à pessoas, não tocar, não se misturar, nem se envolver, de qualquer tipo que seja esse envolvimento, poucos são os que ela deixa se aproximar. Thomas, por sua vez, dá uma primeira impressão errada, e não foi só eu que pensei que ele era um dominador com gostos voltados ao BDSM, ha ha ha, vontade de rir agora, do momento que eu pensei isso. Sarah, quando o conheceu também pensou que ele fosse todo: “vou apenas te comer”, mas o que vimos nele foi outro tipo de personalidade. Sarah, apesar de todos os seus problemas não ficou fazendo jogo duro pra depois ceder à Thomas, ela era consciente de que o que estava acontecendo entre eles tinha que ser aproveitado, mas as vezes as circunstâncias colocam alguns impedimentos para que o que eles querem aconteçam. Mas como o rio chega ao mar, independente do que for apresentado no caminho, eles também persistiram no que desejavam.

Raquel Moreira foi muito má ao escrever esse livro, me senti o tempo todo na palma da mão dela, sempre em suspense sobre o momento em que os dois ficariam juntos, sobre o que havia acontecido na vida de Sarah, sobre o que mais aconteceria para afastá-los…

Narrado em primeira pessoa, ora por Sarah, ora por Thomas, vamos nos envolvendo com o enredo, de tal forma que não conseguimos parar a leitura. picapauSério, acredite nisso, não o pegue para ler no fim da tarde, senão você não dorme, nem durante a semana, senão você não quererá fazer nada mais, tudo será procrastinado. Pra ilustrar bem como me senti, veja o pobre do Pica-pau, não teve nenhuma chance contra o cheiro da comida.

 

quote2

Se tinha ou não sexo no livro? Claro que sim! Afinal de contas é um romance contemporâneo, mas nada fora de contexto, e acreditem se quiserem, a autora nos fez ralar bastante pra chegar nessa parte e isso foi o mais legal, pois passamos muito tempo naquela sensação de borboletas na barriga, arrepios pelo corpo e desejo desenfreado.

 

 

Me arrependi por não tê-lo lido assim que o adquiri, não faça como eu, não deixe pra depois. Esse é um livro que deve ir para o topo de sua lista. Que lista? De leitura, de favoritos, de presentes, enfim, leia!

quote3Sinopse: A nova Sarah é uma boa pessoa. Ela não se mete em confusões, trabalha duro e se esforça para ser simpática. Sarah acredita que seu passado está enterrado, mas quando tenta conseguir o trabalho de seus sonhos, sua nova vida de boa moça é ameaçada pelo bad boy que, por acaso, será seu novo chefe. Thomas, com seu corpo definido e olhar perigoso, é exatamente o que Sarah precisa evitar. Ele ganha a vida como empresário, mas poderia seguir a carreira de pegador profissional, pelo grande número de mulheres no currículo. Intrigado com a contradição de Sarah, aparência inocente e língua afiada, Thomas lhe dá uma única chance de conseguir o emprego. Um acordo é feito entre eles e, qualquer que seja o resultado, Thomas nem imagina que encontrou uma adversária à altura.

Ficha Técnica:

Título: BLACK
Autora: Raquel Moreira
Páginas:561
Editora: Planeta Literário – PL
Idioma: Português
Formato: E-book e Impresso
Gênero: Romance, New Adult

Link para adquirir o livro físico.

Link para adquirir o e-book.

 

Anúncios

4 comentários em “Resenha: Black, de Raquel Moreira

  1. kelly
    27/04/2016

    Também li o livro, já a algum tempo, e depois tive que adquiri-lo no kindle. O livro é tudo isso mesmo. Eu fui uma que varou a noite lendo, detalhe, comecei no final de tarde. Realmente devoramos o livro. Uma trama muito bem escrita, que nos prende do inicio ao fim

    Curtir

    • Débora
      10/05/2016

      Rssss. Livros assim deveriam vir com uma tarja preta escrito: CUIDADO! LEIA EM CASO DE DIAS LIVRES. RISCO DE VIRAR ZUMBI!

      Curtir

      • kelly
        10/05/2016

        kkkkk
        Débora
        Adorei a idéia do tarja preta.

        Curtir

  2. Pingback: 5 livros que resenhei e indico. | Cinderelas Literárias

Deixe um comentário apreciamos sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Follow Cinderelas Literárias on WordPress.com

Siga-me no Twitter

Instagram

Mais um grande lançamento!!!!! Lançamento!!!!!! O terceiro livro da aguardada série de romances de época com uma forte pitada de erotismo
Quando o diabo encontra um anjo...
Lucy Craddock-Hayes está satisfeita com a vida tranquila no interior. Até o dia em que tropeça num homem inconsciente — um homem inconsciente e nu — e perde para sempre sua inocência.
Ele pode levar ao paraíso... O visconde Simon Iddesleigh apanhou de seus inimigos até quase morrer. Agora ele está determinado a se vingar. Mas quando Lucy cuida dele para restaurar sua saúde, a sinceridade da jovem surpreende sua sensibilidade calejada — e desperta um desejo que ameaça consumir os dois. Ou ao inferno. Encantada com a inteligência perspicaz de Simon, com seus modos urbanos e até com seus sapatos de solado vermelho, Lucy rapidamente se apaixona por ele. Embora sua honra o mantenha longe dela, a vingança envia os agressores de Simon à sua porta. Enquanto o visconde entra em guerra contra seus inimigos, Lucy luta pela própria alma, usando a única arma que tem — seu amor... Lançamento!!!!!!!!!!! SINOPSE: Com a participação especial da famosa cronista da sociedade criada por Julia Quinn, Lady Whistledown contra-ataca é formado pelas narrativas curtas de quatro escritoras consagradas, tendo como fio condutor o roubo de uma pulseira milionária. Seus contos são como pérolas que se unem e formam uma peça de valor inestimável. 
Quem roubou o bracelete de lady Neeley?

Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime.

Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816

Julia Quinn encanta... Um belo caçador de fortunas foi enfeitiçado pela debutante mais desejada da temporada. Agora ele precisa provar que o que deseja é o coração da jovem, não o dote dela. 
Mia Ryan delicia... Uma criada adorável e espirituosa está deslumbrada com as atenções românticas que tem recebido de um charmoso conde. Mas um relacionamento entre eles seria escandaloso e poderia arruinar a reputação dos dois.

Suzanne Enoch fascina... Uma jovem inocente que passou a vida evitando escândalos de repente se vê secretamente cortejada pelo maior libertino de Londres.

Karen Hawkins seduz... Um visconde que vaga sem destino volta para casa para reacender o fogo da paixão de seu casamento, mas descobre que sua linda e decidida esposa não será conquistada tão facilmente.
Design by Patrícia
%d blogueiros gostam disto: