Cinderelas Literárias

Mulheres espalhadas pelo Brasil, que amam livros principalmente…

Comentários da Mari: resenha dupla: A caderneta vermelha

Por Mariana e Cláudia

De novo eu e Cláudia lemos o mesmo livro e resolvemos fazer nossos comentários num mesmo post para vocês!

a caderneta

Sinopse:

“Caminhando pelas ruas de Paris em uma manhã tranquila, o livreiro Laurent Letellier encontra uma bolsa feminina abandonada. Não há nada em seu interior que indique a quem ela pertence – nenhum documento, endereço, celular ou informações de contato. A bolsa contém, no entanto, uma série de outros objetos. Entre eles, uma curiosa caderneta vermelha repleta de anotações, ideias e pensamentos que revelam a Laurent uma pessoa que ele certamente adoraria conhecer. Decidido a encontrar a dona da bolsa, mas tendo à sua disposição pouquíssimas pistas que possam ajudá-lo, Laurent se vê diante de um dilema: como encontrar uma mulher, cujo nome ele desconhece, em uma cidade de milhões de habitantes? ”

Comentários da Mari:

Um romance gostoso de ler numa tarde na rede, pois é curtinho e leve, sem dramas. É fofo pensar que uma pessoa pode se interessar em te conhecer por que leu seus pensamentos íntimos numa caderneta vermelha perdida.Consegues imaginar direto um filme desta historia, e ai soube que realmente compraram os direitos de filmagem.  Sem falar que é em Paris, e só por isso já vale! Uma escrita totalmente francesa. Um livro profundo mas com uma certa superficialidade de sentimentos dos personagens, na minha opinião. Dou nota 4.

” Só mesmo o sublime pode nos ajudar no trivial da vida.” Alain Fournier

PS – talvez eu não tenha me identificado muito com a personagem  (que foi assaltada e roubaram sua bolsa com seus pertences íntimos), porque moro no Brasil, onde somos assaltados tantas vezes, e nossas coisas roubadas, que nem sentimos mais, bloqueamos estas sensações e agradecemos por estarmos vivos.  Ah, e a minha bolsa só tem o essencial.

Comentários da Cláudia:

“Quando li a sinopse deste livro imediatamente fiquei muito interessada e curiosa para ler.

Adoro literatura francesa! Os últimos que li seguem o mesmo estilo, livros escritos numa linguagem mais leve, mas que têm  temas mais profundos abordados de forma sutil.
A Caderneta Vermelha começa contando a estória de Laure, que perdeu sua bolsa ao sofrer um assalto. Laurent, um livreiro parisiense, encontra a bolsa e fica curioso com os objetos que a protagonista guarda. Eu me perguntei como que uma pessoa carrega na bolsa objetos que têm um valor sentimental tão importante…
Laure fica muito chateada quando percebe que perdeu todos estes objetos, inclusive a caderneta vermelha onde registra seus pensamentos e emoções. Laurent lê estas anotações e  fica atraído por esta mulher misteriosa e encantadora e a partir daí fará tudo para encontrá-la.
Cheia de referências deliciosas, de produtos de beleza ao trabalho de restaurador de arte, este livrinho despretensioso me encantou. O autor soube dosar os ingredientes perfeitamente. Pitadas de romance, humor, expectativas de encontro, relacionamento pai e filha, literatura, tudo está aqui, arrematado no cenário maravilhoso e romântico de Paris. Ao ler o livro imaginei estas cenas transformadas em filme e ele tem tudo para agradar os cinéfilos também. Um livro delicioso para ler neste friozinho acompanhado de um belo cappuccino e um croissant. Gostei bastante e recomendo!”

 

Ficha Técnica

Livro: A caderneta vermelha

Autor: Antoine Laurain

Editora: Alfaguara

Ano 2016

Gênero:  Romance, literatura contemporânea, literatura francesa

Link pra compra, somente em e-book

 

Anúncios

Sobre Mariana

Mariana. Gaúcha de Porto Alegre. Mãe, esposa, publicitária, blogueira, apaixonada por fotografia, viagens e ler. Principalmente romances históricos e policiais. Geek de coração, ama Star Wars e Harry Potter.

2 comentários em “Comentários da Mari: resenha dupla: A caderneta vermelha

  1. Bia Constante
    25/05/2016

    Adorei a história, adorei a capa, adorei o fato de se passar em Paris e adorei ainda mais a resenha dupla, a literatura francesa sempre me cativa.
    Parabéns pelas resenhas, beijinhos ♥

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário apreciamos sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 25/05/2016 por em Literatura, Resenhas e marcado , , , .
Follow Cinderelas Literárias on WordPress.com

Siga-me no Twitter

Instagram

Lançamento em jan 2018!!!!! #juliaquinn #editoraarqueiro  Primeiro livro da duologia Irmãs Lyndon

SINOPSE: Considerada a “rainha dos romances de época” pela Goodreads, Julia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos.

Mais lindo que a lua, primeiro livro da série Irmãs Lyndon, é uma história irresistível sobre reencontros e desafios, romantismo e perseverança.

Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.

Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?

Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas? Novo romance da Christina Lauren! Louca para ler! Gostei muito desta história! Totalmene surpreendente! #romancedeépoca #juliaquinn #arqueiro Muitos Hp Trinity College Library
Design by Patrícia
%d blogueiros gostam disto: