Cinderelas Literárias

Mulheres espalhadas pelo Brasil, que amam livros principalmente…

5 livros para acreditar no amor

Por Mariana

Vou indicar aqui 5 livros, sendo 4 nacionais e 1 estrangeiro, que conseguem ser super românticos, fofos, deliciosos de ler, onde o amor vence todas as barreiras. Acho que muitos livros estrangeiros românticos que li não conseguem a dimensão de sentimentos que os nacionais conseguem, talvez por nossa cultura, em que nos expomos mais.  De qualquer forma, tenho certeza que irão se deliciar, torcer pelos mocinhos, mesmos os cafajestes, e se identificar romanticamente com as protagonistas. Todos eu li, dei 5 estrelinhas, fiz resenha. Então coloquei os links caso queriam ler mais sobre.

Quero muito saber o que tu achaste, se leu, se gostou, se te enterneceu também. Comenta para mim, e te prepara que vem mais listas por aí.

Mentira Perfeita, de Carina Rissi resenha aqui

mentira

Com “Mentira Perfeita”, Carina Rissi prova mais uma vez que o seu forte é contar boas histórias, com ritmo acelerado e repletas de paixão, humor e reviravoltas. Júlia não tem tempo para distrações. Ela é brilhante e sempre se esforça para ser a melhor naquilo que faz; por essa razão, sua vida pessoal acabou ficando de lado. Algo que sempre preocupou sua tia Berenice. Gravemente doente, a mulher teme que Júlia acabe completamente sozinha quando ela se for. Júlia faria qualquer coisa — qualquer coisa mesmo! — por tia Berê e, em seu desespero para agradar a única mãe que já conheceu, inventa um noivo enquanto torce por um milagre… E então o milagre acontece: Berenice se recupera — e, assim que deixa o hospital, gasta todas as suas economias com o casamento dos sonhos para a sobrinha. Como Júlia pode contar a ela que mentiu, com a saúde da tia ainda tão frágil? É quando Júlia conhece Marcus Cassani. Ele é irritantemente cínico, mulherengo e lindo de um jeito que a deixa desconfortável. Marcus também está enfrentando problemas, e um acordo entre eles parece ser a solução. Tudo o que Júlia sabe é que deveria se afastar de Marcus. Mas seu coração tem uma ideia muito diferente… “Mentira Perfeita” é um spin-off de Procura-se um marido, uma história que se passa no mesmo universo da primeira. Aqui você vai conhecer novos personagens inesquecíveis, além de rever aqueles que já moram no seu coração.

 

O Homem Perfeito, de Vanessa Bossoresenha aqui

o homem perfeitp

Melina teve alguns relacionamentos ruins, outros péssimos.Mesmo assim, ela não desiste: um dia ainda vai encontrar alguém que a complete e que entenda algumas manias fofas que ela tem como comprar mais sapatos do que pode guardar ou tomar uma multa ou outra por excesso de velocidade. Ela faz a sua parte escrevendo um pedido ao universo, no qual descreve esse ser incrível nos mínimos detalhes. Agora é só esperar, certo? Melina não imagina, porém, que esse presente dos céus já existe, mas foi parar nos braços de uma mulher in-su-por-tá-vel. O que fazer quando o destino insiste em brincar com a sua paciência?

 

O par perfeito, de Shirlei Ramosresenha aqui

par perfeito

Aos oito anos, Elise traçou a meta mais importante de sua vida quando viu seu pai e sua mãe se beijando apaixonadamente: ela encontraria o par perfeito e teria um relacionamento tão idílico quanto o de seus pais.

O tempo passou. Elise cresceu tanto que os olheiros não cansavam de chamá-la parar fazer testes em agências de modelos. Mas a moça, depois do segundo desfile, desistiu da carreira glamorosa das passarelas. Desistiu também da faculdade de Pedagogia, de Turismo, e do emprego como vendedora. A verdade é que, mesmo aos 26 anos, Elise não tem certeza do que quer ser “quando crescer”. Quer dizer, ela ainda está certa sobre a busca do “príncipe encantado” e seu conto de fadas. O problema é que Elise tampouco foi bem-sucedida nessa área.

Colecionando namoros desfeitos, corações partidos, fossas gigantescas e eternas dúvidas profissionais, Elise ainda tem que lidar com a irmã perfeccionista, onze anos mais velha, que ocupou o lugar deixado pelos pais, vítimas de um acidente de ônibus, há sete anos. A única parte realmente boa da vida de Elise é Samanta, a sobrinha e companheira incansável de seis anos.

As coisas, contudo, parecem estar prestes a mudar na vida de Elise. Seu cunhado, mais conhecido como o “marido-capacho” de sua irmã, lhe apresenta o cara que preenche, finalmente, todos os requisitos do “Senhor Perfeito”. Viúvo, pai de uma menina de dez anos, Roberto é romântico à moda antiga, não bebe, não fuma, adora crianças… e imagine, adora comédias românticas!

Ao que tudo indica, a busca mais importante de Elise chegou ao fim. E a vida está lhe sorrindo como nunca. Então, não lhe custa nada ajudar um estranho a encontrar a mesma felicidade que ela está sentindo, não é mesmo?

É isso que Elise pensa após presenciar uma discussão calorosa entre um casal, no corredor de um supermercado, seguida de um rompimento de namoro. Ela, então, propõe ajudar Gael, um executivo workaholic, a reconquistar o coração da namorada. Porque se existe alguma coisa na qual Elise é perita, sem dúvida, é no assunto “como ser o namorado perfeito”.

Entre lições de “como tornar Gael o Senhor Perfeito e reconquistar a ex-namorada”, peripécias amorosas com Roberto — enfim, “o seu sonhado Senhor Perfeito” —, e eventos inesperados, Elise vai descobrir que nem sempre o maior sonho de nossa vida vem com o embrulho que desejamos. E que alguns acontecimentos têm o poder de nos fazer amadurecer à força.

 

Teoria do amor, de Halice FRSresenha aqui e aqui

img_1827

Para Maya, amar era fácil como cair, necessário como respirar. Com 26 anos ela talvez sequer se lembrasse do tempo em que não esteve apaixonada. Ser correspondida, bem, era detalhe. Então, para ela era extraordinário que Alex não acreditasse no amor romântico, surgido ao acaso, mas parecia ser verdade. Ela seria esperta se ficasse longe daquele ogro insensível.

Para Alex, amor era mesmo um sentimento facilmente manipulável que poderia ser criado através de palavras doces, ditas em situações favoráveis para pessoas sugestionadas. E, claro, acreditava que poderia ser encerrado quando deixasse de ser interessante. Fosse como fosse, aos 39 anos ele mantinha seu coração intacto. Não queria romance nem problemas e seria sábio se não desse espaço para uma apaixonada inveterada.

O problema para eles dois era que não tinham escolha. A proximidade era inevitável e, mesmo que vivessem como cão e gato, a atração crescia e fortalecia a cada instante.

Como resistir?

Se você curte comédias românticas, conheça Teoria do Amor.

 

A arte de inventar o amor, de Kristan Higgins resenha aqui

img_2215

Grace dominava como ninguém a arte de inventar o namorado perfeito…
Não que isso a deixasse desconfortável. Afinal, existem aqueles que se comprazem em olhar vitrines de marcas de grife que não cabem no bolso… Outros, se realizam colecionando fotos de resorts de luxo que jamais irão visitar. Ela apenas criava o homem ideal et voilá!, ficava amiga das meninas mais populares da escola… Ou suportava ter de trocar o pneu furado em meio a uma nevasca imaginando que recebia a ajuda de um verdadeiro gentleman. Quando ela começa a ser cobrada pela família para encontrar um marido, Grace anuncia em alto e bom som que tem se encontrado com alguém… Alguém maravilhoso… Alguém bonito… Alguém completamente ilusório! Mas desta vez ela é convocada a apresentar o novo pretendente – em carne e osso.

Callahan O’Shea, vizinho de Grace, é totalmente o oposto do Senhor Perfeito. Renegado e com um passado que o condena, ele não se encaixa nos devaneios dela. Mas pensando bem, o namorado imaginário bem que poderia ter o corpo de Callahan… Ou o senso de humor afiado dele… Talvez, quem sabe, a mesma inteligência e coração grande! Uau! Não. Callahan O’Shea não poderia ser seu homem perfeito! Mas uma pergunta deixa Grace inquieta. Se Callahan é tão errado, por que ela sente que tudo se encaixa perfeitamente quando estão juntos?

 

Anúncios

Sobre Mariana

Mariana. Gaúcha de Porto Alegre. Mãe, esposa, publicitária, blogueira, apaixonada por fotografia, viagens e ler. Principalmente romances históricos e policiais. Geek de coração, ama Star Wars e Harry Potter.

2 comentários em “5 livros para acreditar no amor

  1. janisedantas
    01/07/2016

    Estou doida para ler Mentira Perfeita e Par Perfeito.

    Terminei de ler hoje A Arte de Inventar o Amor, gostei muito de ler.
    Fala sério Mari, aquele Andrew heim?
    Amei o casamento dele kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Amei suas dicas
    Bjoo

    Curtido por 1 pessoa

    • Mariana
      01/07/2016

      Que legal que gostaste! As outras leituras também são ótima!

      Curtir

Deixe um comentário apreciamos sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 01/07/2016 por em Literatura e marcado , , , , .
Follow Cinderelas Literárias on WordPress.com

Siga-me no Twitter

Instagram

Aqui estamos assim.... e vocês?
Design by Patrícia
%d blogueiros gostam disto: