Cinderelas Literárias

Mulheres espalhadas pelo Brasil, que amam livros principalmente…

Resenha: O Bater de Suas Asas, de Paul Hoffman

Por Débora.O bater de suas asas.indd

Sinopse:

O cenário da trilogia iniciada com ‘A Mão Esquerda de Deus’ é desolador. Habitado por meninos que foram levados para lá muito novos e geralmente contra a sua vontade, o Santuário dos Redentores é uma mistura de prisão, monastério e campo de treinamento militar. Lá, milhares de garotos são submetidos a uma sádica preparação para lutar contra hereges que vivem nas redondezas. A intenção dos lordes opressores, os monges que protegem o lugar, é fortalecer os internos tanto física quanto emocionalmente, preparando-os para uma monstruosa guerra entre o bem e o mal.

Entre os jovens está Thomas Cale. Não se sabe ao certo se ele tem 14 ou 15 anos ou como foi parar ali. O que se sabe é que ele tem uma capacidade incomum de matar pessoas e organizar estratégias de combate. E que o seu treinamento militar brutal tinha um único propósito: destruir o maior erro de Deus, a humanidade.

Desde que descobriu esta verdade, Cale é assombrado pelo homem que o transformou em anjo da morte: o redentor Bosco. Arrogante e inocente, generoso e impiedoso; o garoto é um paradoxo, temido e reverenciado por seus criadores. Sua força já foi usada para derrubar a civilização mais poderosa do mundo, mas agora está fraco. Sua alma está morrendo.

Resenha:

Iniciei a leitura da Trilogia A Mão Esquerda de Deus há algum tempo e entre um livro e outro acabei realizando outras leituras, mas enfim li o último livro e sinceramente não sei dizer porque demorei tanto para fazê-lo.

A escrita de Paul Hoffman é bastante detalhada e permeia os pensamentos de vários personagens, o que enriquece bastante o texto e nos deixa conhecê-los melhor, além de os utilizarmos para refletir sobre nossa visão de nós mesmos e do mundo. Pra mim um livro que consegue nos atingir dessa forma, é sempre muito bom porque fica um pedaço dele em nossa mente, em nossas atitudes e/ou em nosso coração.

Quando comprei a trilogia, pensei que ela tratasse de um homem que agia em nome de Deus fazendo coisas indizíveis (me veio logo a mente os inúmeros filmes onde padres matam em nome Dele) e por isso fiquei um pouco intrigada quando iniciei a leitura do livro 1 – A Mão Esquerda de Deus (clique no título e leia minha opinião sobre ele), onde somos apresentados ao Santuário dos Redentores e à Thomas Cale, já no livro 2 – As Últimas Quatro Coisas  (clique no título e leia minha resenha) conhecemos mais a vida de Thomas, as últimas quatro coisas e descobrimos um novo mundo junto com ele. Até então eu ainda esperava que ele fosse sair por aí matando todo mundo em nome do Deus Enforcado, não sabia como isso iria acontecer, já que definitivamente Cale não acreditava em nada que os redentores lhe ensinavam sobre essa religião.

Em O Bater de Suas Asas somos apresentados ao ideólogo e à ideia em si do que seria a mão esquerda de Deus e devo dizer que apesar de Thomas Cale ter sido doutrinado e torturado pelos redentores, ele tinha uma alma velha, uma personalidade forte e um coração bom, pois mesmo com pouca idade não foi totalmente corrompido, uma parte dele sobreviveu a tudo e manteve uma chama acesa que o norteou para um caminho que nenhum outro conseguiria ir.

Neste livro Thomas tem que lutar consigo mesmo para não se tornar a Mão Esquerda de Deus e mesmo assim fazer o que precisa ser feito. Doente, sem encontrar uma cura, e cada vez mais fraco, extraordinariamente contrariando tudo isso, é o período em que ele tem mais poder político e religioso (sendo este o único que ele não procurou para si mesmo). Praticamente o mundo depende do quanto ele consegue se manter forte enquanto seu corpo só quer ir para um sono eterno, afim de se livrar de tudo o que o aflige. Sua capacidade mental nunca foi tão exigida e ela continuava afiada nos momentos em que estava lúcido, quando não, tinha que confiar naqueles que estavam sempre com ele, e sabemos que confiança não era uma palavra de seu vocabulário, mas era isso ou nada.

O final do livro não terminou como eu imaginava e olha que imaginei muita coisa mas fiquei satisfeita com o destino que o autor deu à Mão esquerda de Deus.

Recomendo muito a leitura para quem gosta de guerras, morte, e muita reflexão sobre a vida.

Ficha Técnica:

Título: O Bater de Suas Asas

Livro 3

Série: A Mão Esquerda de Deus

Autor: Paul Hoffman

Ano: 2013

Páginas: 392

Editora: Suma de Letras

Pesquisa de Preço AQUI!

Anúncios

Deixe um comentário apreciamos sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Follow Cinderelas Literárias on WordPress.com

Siga-me no Twitter

Instagram

#harrypotter #harrypotter20 #harrypotter20thanniversary #harrypotter20 Li os dois primeiros e amei! Aguardando ansiosamente pelo terceiro!!!!! Mais livros por favor!
Design by Patrícia
%d blogueiros gostam disto: