Cinderelas Literárias

Mulheres espalhadas pelo Brasil, que amam livros principalmente…

Resenha: Anita Blake, de Laurell K. Hamilton

Por Débora.

Resenha:

Laurell escreveu uma série sobrenatural fantástica baseada na vida de Anita Blake, uma personagem cheia de personalidade, destemida, linda, inteligente e cobiçada por um vampiro centenário. A historia se passa numa época em que todos os seres místicos vivem em sociedade com humanos. Há leis que os regem: como devem viver, as punições caso desobedeçam essas leis, a forma como podem conseguir seu alimento, dentre outras. São vampiros, lobisomens, fadas, licantropos, zumbis, demônios e vários outros que nem mesmo conhecemos, que estão livres de seus esconderijos.

Sem títuloAnita Blake era uma caçadora de vampiros antes de eles conviverem abertamente com os humanos, depois passou a ser Executora do Estado e teoricamente só poderia matá-los caso sofressem uma punição de sentença de morte – na prática sua contagem de mortos ultrapassava, e muito, a oficial. Ela também é consultora de uma equipe policial que trabalha com crimes cometidos por seres sobrenaturais e ainda é ressuscitadora de mortos numa empresa que tem somente essa finalidade. Desde pequena Anita percebeu que podia ressuscitar mortos, mas o faz com consciência, de forma que os coloque de volta em seu descanso eterno, e esse é o único trabalho que realiza que lhe recompensa financeiramente.

Ela não tem nenhum poder extraordinário que a impede de morrer caso um oponente seu tenha a oportunidade de mata-la, na realidade, ela está quase sempre em risco de morte devido as sua investigações extra-oficiais ou às mazelas que lhe batem a porta, a  mulher é um imã para problemas.

 Devido suas funções, que demandam bastante tempo, Anita não socializa com amigos nem tem nenhum envolvimento romântico, mas está aberta a relacionamentos, desde que seus pretendentes cumpram uma lista de exigências e seja humano, na realidade, ser humano basta, e se rolar química, pronto! está aprovado o pretendente. Por isso Jean-Claude não tinha nenhuma chance com ela, ser um “bebedor de sangue” garantia um não bem sonoro de Anita ante a mínima insinuação de romance.

São, até hoje, vinte e quatro (24) livros lançados nos estados unidos, tendo início no ano de 1993, com uma regularidade de 1 livro por ano. Aqui no Brasil, pela editora Rocco, já saíram os cinco primeiros.

Então é isso!

Essa é uma série adulta, não só porque tenha cenas de sexo (que por acaso não ocorrem com Anita. Como poderia, se a mulher é 100% envolvida em problemas?), mas porque tem muita morte, banho de sangue, armas, facas, mordidas, cabeças rolando, ameaças, vampiros, lobos e tudo o que permeia uma literatura gótica sobrenatural.

Eu fiquei apaixonada pelos livros e ela certamente faria sucesso na Tv, caso fosse adaptada, então recomendo muito sua leitura pra quem gosta do gênero.

Boa leitura!

Apresentação da série na Rocco:

“Anita Blake é uma típica garota urbana contemporânea: conhece tudo o que a sua cidade tem para oferecer, trabalha muitas vezes além do horário, se preocupa em pagar contas e ainda consegue enxergar o lado cômico – e muitas vezes irônico – das situações que vive. Só que a Anita ganha a vida de uma maneira peculiar: ela é caçadora de vampiros e ressuscitadora de mortos. Para ela, conviver com zumbis, homens-rato, vampiros, lobisomens e toda sorte de criatura extraordinária faz parte da rotina. Ela é a sensual protagonista de Prazeres malditos, primeiro livro da norte-americana Laurell K. Hamilton, principal nome da literatura gótica e sobrenatural da atualidade, a chegar às prateleiras do país, pela Rocco.

Através de Anita, a autora Laurell K. Hamilton consegue tratar de forma criativa e divertida as histórias de vampiro, um dos gêneros literários mais explorados de todos os tempos. Anita fez tanto sucesso entre os fãs do gênero que Prazeres malditos tornou-se o primeiro romance de uma série a ter a heroína como personagem principal. O resultado deu tão certo que a série Anita Blake foi traduzida para 16 países, vendeu mais de seis milhões de exemplares e ainda ganhará adaptação para o formato graphic novel pela principal editora de quadrinhos do mundo, a Marvel Comics.”

Sobre a Autora:

Laurell K. Hamilton nasceu nos Estados Unidos e é formada em inglês e biologia pela Indiana Wesleyan University. Consideradalaurell um expoente da literatura gótica norte-americana
da atualidade, ela já vendeu mais de seis milhões de livros, editados em 16 idiomas. Entre suas personagens mais famosas estão a caçadora de vampiros e ressuscitadora de mortos Anita Blake e a investigadora Meredith Gentry. A escritora mora com a família no Condado de St. Louis, em Missouri.

 

Anúncios

3 comentários em “Resenha: Anita Blake, de Laurell K. Hamilton

  1. estantedaisa
    12/08/2016

    Gente que curiosidade de ler essa série! Mas 24 livros? Carambaaaa! É muita históriaaa… Fiquei curiosa para saber se ela ficará ou não com o Vampiro… Mais um para minha lista.

    Curtir

    • Débora
      17/08/2016

      Oi Isa, eu fiquei viciada nela, estou louca que saiam logo os outros da sequência. A autora tem muito material pra imaginar as peripécias da Anita, imagine que tem um mundo sobrenatural pra ela explorar e não tem enrolação na história não, é ação do início ao fim. Agora, quanto ao Vampiro, eu tive que ter paciência porque o romance é meio que relegado ao quase esquecimento em meio a tantos acontecimentos, mas como a autora não é boba, ela vai soltando pequenos incentivos aqui e ali para que os sigamos até o final do livro.

      Curtir

  2. spatz2fly
    04/07/2017

    Definitivamente não teria paciência de esperar tanto que a moçinha do livro e o provável moçinho vampiro cheguem um pouquinho mais perto um do outro. Já li uma série assim, também de uma autora americana ( Bella Forres, tbm com 24 livros!!!) e quase fiquei doida de tanto acontecimentos na história, para ficar só em um beijinho aqui e acolá! Não, eu não quero somente cenas de sexo pelo sexo, mas tão assexuado também não, né?

    Curtir

Deixe um comentário apreciamos sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Follow Cinderelas Literárias on WordPress.com

Siga-me no Twitter

Instagram

Lançamento em jan 2018!!!!! #juliaquinn #editoraarqueiro  Primeiro livro da duologia Irmãs Lyndon

SINOPSE: Considerada a “rainha dos romances de época” pela Goodreads, Julia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos.

Mais lindo que a lua, primeiro livro da série Irmãs Lyndon, é uma história irresistível sobre reencontros e desafios, romantismo e perseverança.

Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.

Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?

Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas? Novo romance da Christina Lauren! Louca para ler! Gostei muito desta história! Totalmene surpreendente! #romancedeépoca #juliaquinn #arqueiro Muitos Hp Trinity College Library
Design by Patrícia
%d blogueiros gostam disto: